Online


1 de maio de 2010

Nos Acostumamos...

Estava realmente meditando sobre a falta de sensibilidade nossa nos últimos dias.
Não sei se é uma impressão errônea da minha parte. Mas ao que parece estamos mais frios. Mais sem reação. Mais acostumados...


Parece que pouca coisa nos inquieta hoje:

Nos acostumamos com o bombardeio que as telenovelas fazem à família e ao casamento. (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com os noticiários exclusivos sobre violência.   (Embora discordemos dela...)

Nos acostumamos com o jogo de interesse dos empresários da mídia que só veiculam o que querem. (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos em ver a mídia defender valores contrários a Deus e ridicularizar os que não pensam como ela.   (Embora não concordemos...)


Nos acostumamos com a corrupção à nossa volta.   (Embora não concordemos com ela...)

Nos acostumamos com a miséria alheia.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com a erotização de crianças e adolescentes.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com os empresários que exploram seus funcionários.   (Embora não concordemos...)



Nos acostumamos com o julgamento que há entre irmãos. (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com a falta de comunhão entre irmãos. (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com a mentira permeando a vida da Igreja. (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com a frieza da Igreja cristã.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com a falta de poder manifesto na Igreja.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com as heresias e misticismos ventilados na Igreja.  (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos até em criticar a Igreja!   (Embora não concordemos.)



Nos acostumamos com nossos familiares perdidos.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com nossos conhecidos nas drogas.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com o amor medíocre que exercemos.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos a ver o egoísmo manifesto cada vez mais em nossos relacionamentos.   (Embora não concordemos...)



Nos acostumamos a não cumprir as promessas que fazemos.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos à só receber de Deus e nada darmos.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos a desobedecer aos ensinamentos de Jesus por desleixe.  (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos a deixar o Reino de Deus em último lugar em nossas vidas.   (Embora não concordemos!)

Nos acostumamos a "esconder" Jesus das pessoas.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos em não fazer discípulos.   (Embora não concordemos...)



Nos acostumamos com os escândalos dos líderes cristãos.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com a hipocrisia de muitos dos nossos pastores.  (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos com os exploradores da fé.   (Embora não concordemos...)

Nos acostumamos a ver as pessoas de boa fé sendo enganadas por algozes religiosos.  (Embora não concordemos...)

Estamos até nos acostumando com a pedofilia no meio cristão...   (Embora não concordemos.)


Tenho até medo de parar para refletir sobre o que afinal nós concordamos

2 comentários

Tiago Scala 13 de maio de 2010 19:53

É, mas já estamos tão acostumados em nos acostumar que fica por isso mesmo, não é verdade? o que deveríamos fazer? Ir pras cabeças? Botar boca no trombone? Já nos acostumamos a ver mortos os que fizeram isto. Já nos acostumamos a ver a vida assim...

Esse é o grande erro descrito por Paulo em Romanos 12, nos moldamos ao mundo a nossa volta de tal forma que o mundo nem sabe que estamos aqui...

bjs

Bárbara Guedes 14 de maio de 2010 00:30

Sim, meu querido irmão! É exatamente esta inquietude que deve crescer em nós. Pois se temos que nos acostumar com algo que seja com: "não nos conformarmos a este mundo".

Um abraço.

Postar um comentário

Deixe aqui a sua contribuição,pois a sua opinião me inspira.