Online


15 de janeiro de 2010

Com Razão te Amam

Se eu pudesse te dar um presente, qual gostarias de receber?
Ouro e as mais lindas pedras preciosas Tu já tens
O mar, os seus corais; as mais incríveis espécies marinhas Tu criastes
De nada tens falta; como eu poderia Te agradar?

Queria te dar um abraço que expressasse toda a minha ternura.
Ou talvez te dê um beijo, o mais profundo e apaixonado possível...




Se eu pudesse juntar as quedas d’águas, o vôo dos pássaros,
o rufar do vento, o sorriso de um bebê...!

Ah, talvez eu deva te dar o pôr-do-sol!
O perfume dos lírios!
Ou quem sabe a lua cheia!!!
Não, não... seria como dar ao amigo as flores do seu próprio jardim

Que darei eu ao meu Deus?
Não tenho muitas posses. Na verdade tenho apenas o meu violão.
Aceitarias as minhas poesias?
Então te encherei de versos
Ou quem sabe talvez te agrade as minhas canções...!
Mas não tenho uma grande voz...
Humm... ai...! ai...!

E se eu te desse os meus olhares?
E se meus ouvidos fossem todos Teus?
Não sei... Tu és tão superior a mim...!
Como te agradar?

E se eu te desse o meu tempo?
Ah, não, Tu já tens a eternidade...

Se eu fosse flor te daria meu cheiro...
Sabe de uma coisa, Senhor?
Tu já tens tudo; de nada precisas. Nem de mim.
Por isso sou eu que te peço um presente:
DÁ-ME A TUA COMPANHIA!
Já que eu sou Tua, sejas meu também.

Bárbara Guedes

0 comentários

Postar um comentário

Deixe aqui a sua contribuição,pois a sua opinião me inspira.